A cura está na doença

Todos se assustam
E ficam em pânico quando adoecem
Transformam a doença
Em uma inimiga
Encharcam-se de remédio
Para dela se livrar
Sem observar
Que ela só que lhe alertar
Como uma amiga ela vem lhe salvar
Dos males da alma que está
A lhe acobertar

Muitas vezes chega de mansinho
Para não lhe assustar
Mas você nem percebe
E continua a se maltratar.

Corre de um médico para outro
Querendo seu corpo sarar
Sem perceber que é a alma
Que tem que curar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s