Ouriço

 

ourico

“Quem cobra muito de si e dos outros jamais será feliz”

Andando na praia com minha filha, notei que ela não estava bem, muito menos eu. Fiquei calada porque estava muito arredia. Tão arredia que se fosse me comparar a algo seria a um ouriço. Sabe aqueles dias que você acorda pelo avesso, e espeta quem se aproxima? Pois era assim que estava me sentindo, e o pior, sem nenhum motivo aparente.

Foi quando ela comentou que estava sem disposição, sem energia e estava se sentindo como um carrinho de mão. Como assim? Perguntei. Foi quando ela respondeu: “um carrinho de mão só sai do lugar quando alguém empurra”. E falei: imagine um ouriço empurrando um carrinho de mão. Rimos muito uma da outra e ficamos mais leve.

Quando aprendemos a rir de nós mesmos, principalmente nos momentos difíceis, já estamos dando um grande passo para nossa cura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s