Para meu doce setembro (parte II)

 

doce setembro II

Você me olha com olhar de admiração e amor
E enxerga o que ninguém nunca enxergou
Minhas bochechas rosadas quando feliz estou
Minha fala dengosa
Você diz que sou toda prosa
Com seu jeito tranquilo e acolhedor
Mostra-me meu valor
Não importa meu humor
Se perco a calma
Você logo me acalma
Alegrando minha alma
Se feliz estou
Você se aconchega
Bem de mansinho
E curte meu sorriso encantador
Sorriso que brota da alma
Por alguém que me tem amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s