Perdoe-se

 

espelho

“Felizes os que esvaziam seu ego porque deles é o reino da sabedoria”
Augusto Cury

Perdoar a quem lhe feriu, ofendeu, magoou, humilhou, riu quando você chorou, provocou dor na sua alma e no seu corpo é uma tarefa muito difícil.
Curva-se diante do outro, desinflar o ego pedi perdão e admitir que errou é outra atitude igualmente difícil.
Se perdoar o outro ou pedi perdão é difícil imagine quão não é perdoar a si mesmo. Perdoar-se por todas às vezes que se agrediu, se desprezou, se desvalorizou repetindo diariamente que não serve para nada, que não faz nada certo, que ninguém gosta de você porque não tem nada de bom e tantas outras coisas que deixa sua autoestima no chão.
Perdoa-se por todas as vezes que se comparou a alguém e se sentiu inferior ou superior. Livre-se da dor e da culpa seja lá o que você tenha feito que considerou errado, ou que achou que poderia ter feito diferente e se agarrou a isso repetindo: “minha culpa, minha máxima culpa”. Perdoa-se por ser exigente demais com você e entender que não existe ser humano perfeito. Pare de se maltratar com suas próprias palavras e pensamentos. Não continue se martirizando pelo resto da sua vida, aprenda com o erro e libere essa energia de dor, culpa e sofrimento.
Nem você e nem ninguém merece isso. Você está neste plano para se amar, se valorizar e ser feliz. Seja complacente, carinhoso e amável com você. Tenha coragem de se olhar no espelho bem no fundo do seu olho e dizer em alto e bom som: Eu me perdoou por ter me agredido, me desvalorizado, me desprezado.
Fácil não será, e precisará de determinação e persistência, mas mais difícil e doloroso é carregar esse fardo por todo uma vida. Você não deve e não precisa viver assim.
Diariamente se olhe no espelho e repetida palavras de amor, carinho e compreensão para com você. Esse exercício diário trará benefícios consideráveis no seu dia a dia.
Quando se libertar de si mesmo, estará pronto para perdoar e pedi perdão.
Perdoar o outro é nobre, pedi perdão é fundamental, mas, perdoar a si mesmo é essencial.