Diferenças

Cada um nasce no seu tempo
E vem com uma história diferente
Trazendo aprendizado
Da família a qual pertence

Quando somos crianças
Molda-se a gente
Para fazer tudo igual
Não pode pensar diferente

Para ser aceito
Engavetamos os sonhos
Sufocamos os desejos
Todos ficam satisfeitos

Não quero ser quem não sou
Viver uma vida que não é minha
Em um mundo de fantasia
Por medo e hipocrisia

Quero a coragem
Dos que não vacilam
Para viver na contra mão
Escutando o coração

Prefiro está entre os insanos
Que viver a lucidez doentia
Dos que se conformam
E se escondem dentro de uma caixa fria

Vou seguir cantando uma canção
Que fale de amor e compaixão
Que saia das minhas entranhas
E expresse minhas façanhas